by Antônio Carlos Kantuta

sábado, 28 de maio de 2011

Pinte Sua Aldeia...


Pintura a óleo retirada de www.toucanart.com
Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia.

- Liev Tolstói -

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Meus Planos...


Sob o mármore gelado
da sagrada colina
repousa solenemente minha velhice.
Meu futuro maior já se realizou
por ocasião de meu nascimento.
Hoje só quero saber da vida,
esta que me pede para ser poeta,
artista da noite, ser mundo.
Não quero notícias do câmbio,
nem do arrocho fiscal anunciado,
tampouco da nova miss universo.
Quero apenas subir a escada dos dias
e curtir a planície das noites com
sua brisa, seus botequins e gargalhadas.
Sob a poeira assentada
nas paredes do tempo
repousa terrivelmente Dorian Gray.
Sua beleza brindou com
os anjos da luxúria mortal.
Dele nada restou, apenas
o retrato maldito para memória
de sua infame decadência.
Não à vaidade da fama,
nem à preguiça da cama,
nem ao batom fatal da dama.
Quero o sorriso da ribeirinha
que lava roupas nas águas do
São Francisco. Quero só seu olhar.

Antônio Carlos Kantuta

Ian Anderson


Ian Scott Anderson, flautista britânico e líder da banda Jethro Tull

Lazy Days...


Galinha d'Angola

Naila - Lila Downs


quarta-feira, 25 de maio de 2011

Futuro, Silêncio, Nada...








Quando pronuncio a palavra Futuro,
a primeira sílaba já pertence ao passado.


Quando pronuncio a palavra Silêncio,
destruo-o.


Quando pronuncio a palavra Nada,
crio algo que não cabe no que ainda não existe.


As Três Palavras Mais Estranhas, Wislawa Szymborska.


terça-feira, 24 de maio de 2011

Canção do Ver...



Por viver muitos anos
dentro do mato
Moda ave
O menino pegou
um olhar de pássaro -
Contraiu visão fontana.
Por forma que ele enxergava
as coisas
Por igual
como os pássaros enxergam.
As coisas todas inominadas.
Água não era ainda a palavra água.
Pedra não era ainda a palavra pedra. E tal.
As palavras eram livres de gramáticas e
Podiam ficar em qualquer posição.
Por forma que o menino podia inaugurar.
Podia dar as pedras costumes de flor.
Podia dar ao canto formato de sol.
E, se quisesse caber em um abelha, era só abrir a palavra abelha
e entrar dentro dela.
Como se fosse infância da língua.

Do livro Poemas Rupestres, Manoel de Barros, 2004.

Anna Karenina (Filme)


O Filme Anna Karenina (1935, 1948 e 1997) é uma adaptação do romance Anna Karenina do escritor russo Leon Tolstói, autor de Guerra e Paz.


Download Filme - Idas e Vindas do Amor (Valentine's Day) - Dublado


Informações:
Título: Idas e Vindas do Amor (Valentine's Day)
Gênero: Comédia/Romance
Direção: 
Tamanho: 983 MB
Duração: 125min
Idioma: Português/Inglês
Formato: Avi
Qualidade: DVDRip
Lançamento: 2010

Sinopse:
O filme mostra cinco histórias românticas interligadas, que acontecem no Dia dos Namorados, em Los Angeles. Casais e solteiros vivenciam os altos e baixos de encontrar, manter ou terminar relacionamentos no dia do amor.

Download Filme - As Noites de Cabíria Legendado (1957)


Informações:
Título: As Noites de Cabíria
Gênero: Drama
Direção: Federico Fellini
Tamanho: 637 MB
Idioma: Italiano
Legenda: Português
Formato: Rmvb
Qualidade: DVDRip
Lançamento: 1957

Sinopse:

Uma das obras-primas do cineasta italiano Federico Fellini (1920-1993), volta às telas em DVD na versão integral, incorporando uma sequência vetada pela Igreja na época de seu lançamento, em 1957. O longa conta a história de uma prostituta sonhadora que acredita na bondade humana e que sofre muitas decepções amorosas no decorrer de sua vida. Levou o Oscar de melhor filme estrangeiro e melhor atriz em Cannes para Giuletta Masina, mulher do diretor e protagonista de Julieta dos Espíritos A Estrada da Vida, também de Fellini. Seu grand finale – ela sorri com lágrimas nos olhos, manifestando toda sua esperança.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Noturno da Rua da Lapa


A janela estava aberta. Para o que não sei, mas o que entrava era o vento dos lupanares, de mistura com o eco que se partia nas curvas coloidais, e fragmentos do hino da bandeira.
Não posso atinar no que eu fazia: se meditava, se morria de espanto ou se vinha de muito longe.
Nesse momento (oh! Por que precisamente nesse momento?...) é que penetrou no quarto o bicho que voava, o articulado implacável, implacável!
Compreendi desde logo não haver possibilidade alguma de evasão. Nascer de novo também não adiantava. – A bomba de flit! Pensei comigo, é um inseto!
Quando o jato fumigatório partiu, nada mudou em mim; os sinos da redenção continuaram em silêncio; nenhuma porta se abriu nem fechou. Mas o monstruoso animal FICOU MAIOR. Senti que ele não morreria nunca mais, nem sairia, conquanto não houvesse no aposento nenhum busto de Palas, nem na minhalma, o que é pior, a recordação persistente de alguma extinta Lenora.

Libertinagem, Manuel Bandeira, 1930.

Download Filme - Volver (Legendado) DVDRip

Informações:
Título: Volver
Gênero: Drama
Direção: Pedro Almodóvar
Tamanho: 376 MB
Duração: 1h55min
Formato: Rmvb
Qualidade: DVDRip
Idioma: Espanhol
Legenda: Português

Sinopse:
Raimunda (Penélope Cruz) é uma jovem mãe, trabalhadora e atraente, que tem um marido desempregado e uma filha adolescente. Como a família enfrenta problemas financeiros, Raimunda acumula vários empregos. Sole (Lola Dueñas), sua irmã mais velha, possui um salão de beleza ilegal e vive sozinha desde que o marido a abandonou para fugir com uma de suas clientes. Um dia Sole liga para Raimunda para lhe contar que Paula (Yohana Cobo), tia delas, havia falecido. Raimunda adorava a tia, mas não pode comparecer ao enterro pois pouco antes do telefonema da irmã encontrou o marido morto na cozinha, com uma faca enterrada no peito. A filha de Raimunda confessa que matou o pai, que estava bêbado e queria abusar dela sexualmente. A partir de então Raimunda busca meios de salvar a filha, enquanto que Sole viaja sozinha até uma aldeia para o funeral da tia.

Fazer download do Filme no Megaupload
ou acesse o site Kantuta Filmes e Downloads

A Beleza...

Shay Laren
"A beleza é uma forma de genialidade.
Não há explicação.
É um dos maiores fatos desse mundo, como a luz do sol ou a primavera,
ou um reflexo nas águas escuras daquilo que nós chamamos de lua.
A beleza não pode ser questionada.
Ela tem o direito divino da independência,
torna aqueles que a possuem em príncipes..."     

Fala de Henry (Malcolm McDowell) no filme O Retrato de Dorian Gray.

Download Macy Gray - CD On How Life Is (1999)

Download DVD Buena Vista Social Club DVDRip XviD

Título: Buena Vista Social Club
Gênero: Música Cubana
Duração: 1h40min
Tamanho: 698,87 MB
Formato: DVDRip
Idioma: Espanhol


Download Iyexá - CD Dia de Gandhi (2006)

Banda Iyexá live at Teatro Grec (Barcelona)

Iyexá live at Teatro Grec (Barcelo) - Dia de Gandhi.

Banda Iyexá - Guitarra de Atabaque


IYEXÁ | Myspace Music Videos
Algumas informações sobre a banda:
Gênero: Alternativa
Local: Salvador / Paris (France)BahiaBrasil
Selo de Gravação: Cavaleiros de Jorge
Tipo de Selo: Indie

Daniela Mercury Lança Documentário Sonora Rio Bahia

Por Josemar Arlego

Daniela Mercury acaba de idealizar e produzir o documentário "Sonora Rio Bahia".  O documentário de longa metragem, dirigido por Jasmin Pinho, trata da música como elemento de desenvolvimento e inclusão social. São quatro personagens:  jovens, mulheres e negras. Duas da Bahia e duas do Rio de Janeiro. A temática é desenvolvida a partir do depoimento e da rotina delas, que trabalham com música em ONGs de suas cidades.

O filme percorre do Ilê Aiyê ao Jongo da Serrinha, do Porto da Barra à Quadra do Salgueiro, de onde surgem a pianista Maíra Freitas, a percussionista e jongueira Suellen Tavares, a rapper Tina Bee e a cantora de música afro-brasileira Aisha Araújo. Unindo tradições rítmicas do Rio de Janeiro e de Salvador, o filme mostra a determinação, força de vontade e talento das personagens que são líderes comunitárias e trabalham usando a música de forma criativa, inspirando suas comunidades e amplificando sonoridades de um Brasil feminino. “É impressionante o poder transformador da música e esse filme, iluminado pelo talento dessas quatro meninas, é um belo testemunho disso”, declara Daniela.
Veja abaixo o trailer do documentário. 


Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/holofote/noticias/2010/06/10/14170,daniela-mercury-lanca-documentario-sonora-rio-bahia.html

Dá-me a Tua Mão

 


Dá-me a tua mão: Vou agora te contar como entrei no inexpressivo que sempre foi a minha busca cega e secreta. De como entrei naquilo que existe entre o número um e o número dois, de como vi a linha de mistério e fogo, e que é linha sub-reptícia. Entre duas notas de música existe uma nota, entre dois fatos existe um fato, entre dois grãos de areia por mais juntos que estejam existe um intervalo de espaço, existe um sentir que é entre o sentir -  nos interstícios da matéria primordial está a linha de mistério e fogo que é a respiração do mundo, e a respiração contínua do mundo é aquilo que ouvimos e chamamos de silêncio.


Clarice Lispector


domingo, 22 de maio de 2011

O Eco


A fazenda fica perto da cidade.
Entre a fazenda e a cidade
o morro
a farpa de arame
a porteira
o eco.
...
De tanto se entrevar no mato,
já nem sei se é mais índio ou vegetal
ou pedra, na ânsia da passagem
de um som do mundo em boca de menino,
som libertador
som moleque
som perverso,
qualquer som de vida despertada.

O eco, no caminho
entre a cidade e a fazenda,
é no fundo de mim o que me responde.


Boitempo, Carlos Drummond de Andrade, 1968.

La Divina Maria Callas


"Today's young people need to know who was behind that
 voice and what it cost her to give us such beauty."
- Franco Zeffirelli - 

sábado, 21 de maio de 2011

Quadras de Carvalho...




Ondulações rosés
na cavidade profunda
da taça esguia de
meus dias.

Um Merlot para
tardes taninas e vernais.
Pinot Noir para
noites sutis e frugais.

No rio vinoso
de minha juventude
afogo Bacos e Dionísios
para ressuscitar Ariadnes.

Retuso desfolho
os galhos da açucena
em busca de um aroma
grandioso para minha vida. 

Antônio Carlos Kantuta

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Satélite




Fim de tarde.
No céu plúmbeo
A
Lua baça
Paira
Muito
cosmograficamente
Satélite.

Desmetaforizada,
Desmitificada,
Despojada do velho segredo de melancolia,
Não é agora o golfão de cismas,
O astro dos loucos e dos enamorados.
Mas tão-somente
Satélite.

Ah Lua deste fim de tarde,
Demissionária de atribuições românticas,
Sem show para as disponibilidades sentimentais!

Fatigado de mais-valia,
Gosto de ti assim:
Coisa em si,
- Satélite.

Manuel Bandeira